BIOGRAFIA

Meu nome é Leo Freire e sou um músico Brasileiro, morando em Nova York desde 2004. Acumulo experiência extensiva como baterista, vocalista, diretor musical, e controlador de backing track.  Alguns artistas com quem já trabalhei incluem: Wheatus (#2 na Billboard Reino Unido/Europa com "Teenage Dirtbag"), Andrew W.K., Mike Doughty (Soul Coughing), Viktor Király (#2 Hungria Top 40), Fly By Midnight (#6 na playlist Spotify Global Viral 50), e Kate Nauta (Atriz de Hollywood dos filmes Transporter 2 e the Game Plan).

 

Tenho experiência mundial tocando shows, com turnês  pelos EUA, Europa, e Brasil. Recentemente, participei da turnê de 2017 com o Wheatus, tocando 39 shows pelo Reino Unido/ Irlanda/ e Europa, passando por 7 países, com destaque para uma apresentação no lendário festival Isle of Wight da Inglaterra. Outro ponto alto foi a turnê Pigs Can Fly 2016, com 18 apresentações com o Wheatus em alguns dos maiores palcos mundiais, incluindo a O2 Arena Londres, SSE Hydro Glasgow, Manchester Arena, e Wembley Arena. Em 2015, participei da turnê de 15 anos de aniversário da mesma banda, com 42 apresentações pela Europa, com aparições headline em festivais da Alemanha e Irlanda, e tocando ao vivo no canal RTÉ One da TV aberta Irlandesa.

Meu trabalho também foi visto como compositor da trilha sonora do filme Black and White Stripes: The Juventus Story, que inclui composições e arranges originais para o documentário sobre a tradicional equipe italiana de futebol. Participei da estréia Sul Americana 2017 do filme tocando ao vivo no Rio de Janeiro, no Museu do Amanhã, com cobertura do O Globo e Globo Esporte. Um tour mundial foi montado para o lançamento do filme, contando com edições em cidades como: Londres, Nova Iorque, Los Angeles, Berlin, Dubai, Pequim, etc.

Em 2013, participei do festival MTV/ VH1/ CMT O Music Awards no segmento Drumathon, tocando com o cantor Andrew W.K., e me apresentando ao lado de bateristas como ?uestlove (The Roots), Chad Smith (Red Hot Chili Peppers), e Marky Ramone (The Ramones).

Em 2011, ganhei destaque na competição estadounidense de bateria Sam Ash Best In Drums Competition, sendo um dos 42 finalistas regionais, de um total de mais de 800 inscritos por todo o país. O torneio teve patrocínio oficial das marcas Tama, Sabian, Promark, e Zoom e teve como juizes convidados bateristas de fama internacional como: Mike Portnoy, Bernard Purdie, Jonathan Mover, e Shawn Pelton. 

Fora das apresentações ao vivo, meu trabalho no estúdio conta colaborações com produtores e engenheiros renomados como James Czeiner (Vencedor  do prêmio Grammy com Ludacris), Kiyanu Kim (Gwen Stefani), Sal Villanueva (Taking Back Sunday), Wayne Cohen (Curtis Stigers), e Brendan B. Brown (Wheatus). 

Tive a honra de estudar bateria com alguns dos maiores nomes do instrumento: Shawn Pelton (Saturday Night Live), Will Calhoun (Living Colour), Adam Deitch (John Scofield, Lettuce), e Bernard Purdie (Lenda Viva do Estúdio).  Também recebi uma bolsa de estudos da conhecida escola de bateria New York Drummer's Collective, estudando com Frank Katz (Brand X). No Brasil, recebi instrução do baterista de Samba Jazz Wilson Meireles (Gilberto Gil).

 

 Também trabalho ativamente como educador e completei minha pós-graduação em Educação Musical na Hunter College em Nova York, sendo recipiente do prêmio acadêmico de formatura Agnes Duffy. Fiz minha graduação no prestigioso programa Macaulay Honors da Hunter College, recebendo o prêmio de excelência acadêmica e musical Libbie Van Arsdale.  Na universidade, pude estudar e tocar com alguns dos maiores músicos de Jazz dos EUA, incluindo Dafnis Prieto (prêmio MacArthur 2011), Donny McCaslin (saxofonista no último disco de David Bowie Blackstar), e Ryan Keberle.